<$BlogRSDURL$>

Do mal o menos

domingo, fevereiro 06, 2005

4 coisas que nunca se recuperam 



- a ocasião, depois de perdida;

- a palavra, depois de proferida;

- a pedra, depois de atirada;

- e o tempo, depois de passado.

Buda

Li aqui

Comments:
a virgindade também não se recupera. ahahahah!! boa!
por acaso tens-me visitado? tenho um texto bom para ti, vais gostar e da música também.
bom domingo.
 
E quantas vezes já não perdemos uma ocasião, tempo, deixamos sair palavras e atirámos pedras?
Às vezes dá para remediar, outras não. Mas mais vale prevenir, não é?
 
Olá :)
Aí está a simplicidade do budismo...
Acrescento humildemente
- um amor, depois de sentido
- o sofrimento, depois de um amor.
Beijo
 
Acho que vi o teu blog, na reportagem da sic sobre blogs. Era?
 
É uma reportagem genérica. Pareceu-me ver lá os teus girassois.
 
Mas como escrevia o Borges “És nuvem, és mar, és olvido. És também tudo aquilo que por ti foi perdido”.
Gostei do novo template. Adoro sunflowers!
:)
 
E são quatro grandes verdades.
 
Ás vezes precisamos que nos lembrem...
Bom Carnaval.
Bj.
 
não concordo
(talvez com a quarta, um pouquito...)
 
Enviar um comentário

[Top]