<$BlogRSDURL$>

Do mal o menos

sexta-feira, março 04, 2005

Ricardo 14 de Junho de 1978 a 1 de Março de 2005: Um amor incondicional 


nós Posted by Hello

Amar sem exigências, sem expectativas, sem cobranças, sem obrigações, sem limites. Apenas amar aquela pessoa pelo que ela é. Adorar tudo nela.

Tentar saber os seus desejos, e torna-los reais, compreender as suas necessidades e satisfaze-las.

Um amor que nos entregamos, desinteressadamente, com prazer e bem-querer!

Oferecer a felicidade, incondicionalmente!

É o sentimento mais puro que podemos ter por alguém.

Patrícia

Comments:
isso é completamente utópico. O amor é o sentimento mais egoísta de todos :)
 
É só isso que vais guardar no teu coração. E é tanto!
Ainda não te apercebeste, mas tornaste-te numa pessoa mais rica, querida amiga!
Um beijo
 
Existem coisas que nem a morte apaga......o amor é uma delas!
 
bom descanso para ele e um beijinho lento para ti.
 
Trintinha, um beijinho muito grande para ti neste momento tão complicado...
*****
 
Acho que não tinha lido o título do post e agora reparo que o meu comentário foi completamente despropositado. Lamento...
 
Um beijo maior do que o mundo!
 
E essa oferta desinteressada aos outros, enche-nos de felicidade, mesmo sem que notemos!!

Saudações e bom fim-de-semana!
Carriço - «Fragmagens»
 
Estou completamente de acordo: "amor é o sentimento mais puro que podemos ter..."
Às vezes, perguntamos porquê. Porque será?
Um dia li uma definição de Deus: "Deus é Amor". Apenas isso. Tudo o que Deus é, num "mundo absoluto", é simplesmente AMOR. Não o amor professado pelo homem que, desde há milénios, diz amar o próximo como a si mesmo.
Aquele Deus é amor incondicional. Não o Deus bíblico que protege os audazes, que vence batalhas, que "usa" a espada e que é justo!
O Deus do amor incondicional não julga pecadores, porque... simplesmente... só ama! Sem condições! Sem nada em troca!
 
Obrigado por partilhares esse sentimento connosco.
Como disse conhecia o Ricardo "de vista", se bem, que tivesse falado com ele 2 ou 3 vezes. Em Santa Maria é inevitavel conhecermo-nos todos. Há quem ache mau, eu por mim acho optimo. Tornamo-nos assim uma grande familia.
Aquela foi a minha forma de homenagear o Ricardo.
E ja agora, adicionar-te ei ao meu Blog.
 
De repente os meus problemas ficaram tão pequeninos e ridiculos.
Um beijinho pra ti...
 
Minha querida, um beijo de muito carinho e um lamento por teres perdido alguém especial. Uns dias antes perdi eu tb alguém que amava muito, a minha mãe.
Tal como o Parece conhecia de vista o Ricardo, sei agora o nome dele, vivia no bairro em frente á minha casa.
Foi uma morte trágica, como tantas outras que já aconteceram ali naquele mesmo lugar, porque ainda não aconteceu a um filho de algum político importante na terra. Quando isso acontecer, a estrada será corrigida.....um desabafo de amargura, por ver mais um jovem ser tirado á vida .
Fica bem minha querida, bom relembrares os momentos felizes, são esses que irão parmanecer na memória ao recordares o Ricardo. Beijo com carinho.~

PS: Se não te importas vou transdcrever no meu blog o teu post aqui, nunca é demais insistir junto daqueles que são donos do poder e até donos da vida dos outros, quem sabe passa no meu blog algum iluminado que toma a iniciativa de corrigir essa maldita estrada.
 
www.poesias-minhas.blogspot.com
 
A morte não escolhe idades infelizmente. Com o Ricardo cruzei várias vezes, uma das quais, da "pior" forma.(pelo menos para mim) Estava eu a entrar num sitio, não vi o degrau, e caí. O normal nestas situações é tentar disfarçar mas, ele viu a cena toda. Senti a frustração na 1ª pessoa... a partir desse dia,sempre que me cruzava com ele, disfarçava. Sempre pensei que ía chegar a altura de falarmos no assunto... quanto mais não fosse para nos rirmos um pouco.
Mas... esperar para quê? O importante mesmo é viver cada dia como se fosse o último...

Beijos e Força
Luci
 
Quando alguem parte assim custa sempre muito... que descanse em paz.
Forte Abraço para ti
 
É tão reconfortante saber que o amor pode durar tanto... sempre tão verdadeiro e intenso.
 
Puta de vida! Força!
 
Lamento tanto...
 
Um abraço.
Nestes momentos em que a dor é tanta que nos sentimos a pairar sobre nós mesmo, é o melhor que te podemos dar. Beijinho.
 
Enviar um comentário

[Top]