<$BlogRSDURL$>

Do mal o menos

domingo, abril 03, 2005

Eu estou bem, juro  



Sinto-me melhor.

Já não penso tanto sobre se não chovesse fazia sol. E no que poderia ter feito para que não tivesse chovido e fosse sol eternamente.

Voltei à minha vida "normal" i.e, não acordo, como e durmo apenas. Embora ainda tudo em meu redor me pareça um cenário de um filme [no qual eu assisto em vez de participar].

Distraio-me com os amigos e penso em fazer coisas novas. Embora o meu coração continue a sangrar.

Aceitei o inevitável e que a vida tem que continuar.

Estejam descansados. Eu estou bem.

(Afinal não é o que todos querem ouvir!?)

Comments:
Eu, que não percebo nada disto e ando só aqui pelos blogues tomo a liberdade de deixar duas perguntas: E tu? Também não será isso que queres ouvir agora? Também tu ficas descansada?

Desculpa a ousadia das perguntas.
 
Será certamente o que todos querem ouvir! Porém, isso não altera nada, absolutamente nada!
Há uma coisa curiosa: sabes que os grandes mestres conseguem, às vezes, passar-se para o outro lado da tela?... Isto é, se a vida, neste mundo físico, é uma peça que estamos a representar, o maravilhoso está em conseguirmos colocarmo-nos na pele do espectador. Nem que seja por curtos instantes. Como tu dizes. Se imaginares que a tua vida é uma peça, a decorrer neste palco terreno, basta que tenhas consciência da ilusão que isso representa.
Tenta "ver" essa ilusão, e coloca-te da parte de fora. Vive a ilusão sem que ela se aposse de ti! Como os actores fazem: representam o texto, e no final voltam à sua realidade, sem que essa representação os afecte!
Continua bem, tá?
 
não é só querer ouvir, é também saber que é aasim ;)
**
 
ainda bem que estas! :)
 
"A dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional!"
Autor: Richard Bach

Ainda bem que estás melhor
 
Lamentavelmente, não soube que estavas mal. Tebho andado um pouco arredado destas lides. Contudo, espero que o tempo seja o teu amigo, e que te ajude nesta fase menos boa.
Beijinhos sinceros.
 
Por vezes as adversidades da vida e tal, conduzem os mortais a estados menos bons.
É nessas alturas, as más, que devemos aproveitar e reflectir no que somos e quem queremos ser. E construir de novo os alicerces para uma vida saudável e feliz.
 
Não interessa dizer que se está bem, se na realidade não é isso que se sente...
Oh well.. talvez sirva de consolo dizer que quando o pó acentar: estarás mais forte! Sim ? :)

Beijos!
 
Olha para o meu novo avatar ou lá como se chama. Não é lindo?
O filme há-de mudar, posso-te jurar!
Acredita!
 
Estamos todos muito mais descansados, não achas?


O que preocupa os teus netAmigos é saber se estás bem. E sabes porquê?










Porque gostam de ti.
 
Peço desculpa da inopinada intromissão... Contudo, ao deambular por aqui, deu-me para lhe mostrar como até pessoas como J. de Sena sentem a dor da solidão...
"Quanto eu disser não ouças,
quanto eu fizer não vejas;
e, se eu estender as mãos,
não me estendas as tuas.

Aceita que eu exista como os sonhos
que ninguém sonha,
as imagens malditas que no espelho
são noite irreflectida.

Talvez então
de pura solidão
eu desça à vida.

( Jorge de Sena )
"
 
Não "sugar", não é o que queríamos ouvir mas sim sentir.
O povo (que é sábio) diz que é preciso dar tempo ao tempo.
Um beijo.
 
quem estiver mais interessado em ouvir que estás bem do que em saber como estás mesmo e tratar disso na medida do seu poder não merece ouvir do teu sentir.

há muito tempo que descobri que raras são as pessoas pérolas que realmente sentem e se preocupam e dão pela vontade pura da entrega e da ajuda.

tens, acredito, dessas jóias á tua volta. as outras serão só pequenas demais para perceber as profundidades de que são feitas algumas difíceis mudanças.
pequenas e pobres.

deixo um beijinho de quem vai aprendendo que tudo (principalmente o difícil?), tem o seu sentido...
 
Será aquilo que queremos ouvir, desde que seja verdade...
 
A vida não se pode ficar pelo Sol ou pela chuva (a alegria ou a tristeza), há que aprender viver os dias que mesmo sem chuva não têm Sol, e esses dias são só teus.
Umk beijo do pai
 
...Bom dia!

Vai lá ver o post de hoje.

Pode ser que conheças alguem interessado!
 
Sendo repetitivo: queremos-te bem, nao que nos descanses.
*A
 
E tu queres o inevitável? Se não queres....porquê cruzar os braços?
 
Enviar um comentário

[Top]