<$BlogRSDURL$>

Do mal o menos

segunda-feira, maio 23, 2005

Momentos que se perdem II 



[ler post anterior com o mesmo titulo]

Mail enviado por ela;

Podes estar tranquilo porque já esperava por esta novidade. Ou terias sido mais "convicente".

Obvio que não tens que te encontrar comigo para explicar seja o que for. Já ambos entendemos o que em tempos [não] se passou e o que também agora não se pode passar. Por isso, poupemos o constragimento.

Tenho pena, sabes?
Tenho pena pela tua situação actual. E por nunca nos termos dado o beneficio da duvida.
Eu bem que me derretia, naqueles dias de praia, e não era do sol.

Acredita que quando te vi achei que talvez tivessemos agora a oportunidade de nos conhecermos melhor. Especialmente porque senti que tinha tornado a haver uma grande empatia e pelos vistos não estava errada, e porque voltei a sentir ,vá lá, aquela sensação dum nó no estômago... Não queiras grandes elogios!

Confrontada com a tua realidade inibo-me de dizer ou fazer o que quer que seja. Apenas confesso que o teu beijo - embora virtual - causou-me alguma insónia. Pronto foi a ultima coisa que disse!

Bom, não há grande coisa a acrescentar. Despeço-me com um grande beijo, o que gostaria de te ter dado. Pronto, ok, não te devia ter dito isto. Mas a escrever é mais fácil.

Infelizmente só tivemos esta "conversa" agora, irónico, eu diria...
P.S. Este mail não precisa resposta.

Comments:
mas não dispensa comentário: "dá Deus as nozes..." eheheh. beijo
 
Só que esse p.s. final é uma forma subtil de dizer "ainda espero que me respondas a este mail".

Até porque ao escrever as palavras soltam-se mais facilmente, mostrando as emoções que a razão gostaria de calar.
 
Vamos lá ver se o seu ego não rebenta de tanta satisfação. Pode ser que tenhas sorte! Grande mulher.
 
Olá Trinta,
Quando passo por cá vejo sempre esse coração em sobressalto.

Já nos "conhecemos" à mais de um ano, já te tinhas apercebido?

Eu apercebi-me agora, ao ler estes dois posts pois sofri contigo este amor complicado. Porra! aguenta coração...

Aproveito para te deixar uma palavra de carinho:

Da minha janela, desejo o melhor para ti.
 
Ao ler-te não pude deixar de sorrir. E a explicação é simples: era esta a ideia que eu tinha de resposta tua, ou se quiseres, de resposta enviada por ela. A ideia que tenho de ti é de seres alguém com uma força imensa, que não cede com facilidade.

Concordo é com o jotakapa quando escreve que esse ps final é um abre portas a uma resposta ao mail (mesmo que possa ter sido inconscientemente).

Mas é claro que tudo isto não passa da minha opinião e posso estar completamente equivocada.

Beijocas
Beijocas
 
Et Voilá: Xeque Mate!!!
 
Dói pensar no que poderia ter sido.
 
Eu se fosse a ele já tinha enviado uma resposta, indirectamente é isso que a mensagem dela dá a entender. Por um lado acho que deves fazer aquilo que o teu coração manda, por outro deves estar consciente das possiveis consequências desses actos. Acima de tudo ele deve ser sincero para te corresponder ou para não deixar ir mais longe. A indecisão em relação a isso pode levar a que os dois vivam uma relação que não vos leva a lado nenhum e que também envolve uma terceira pessoa (aliança). Tudo de bom.
 
Foi a decisão dela.
E todas devem ser respeitadas, quaisquer que sejam.

Mas o ps do mail deixa antever um novo mail dele.
Pode ter sido inconsciente, mas todas as mulheres sabem que isso são "pontas" deixadas de fora, para ser agarradas pelo destinatário.
Resta saber o que ele fará a seguir.
 
porquê pensar no que poderia ter acontecido?
porquê pensar no que pode acontecer?

e porque não pensar apenas no que acontece... no bem que sabe receber um mail assim, no bem que sabe sentir aquela dorzinha no estômago, no bem que sabe sentir que atraímos alguém, no bem que sabe sentirmos....

o resto já não dependem de nós.... o passado já não depende do par e o futuro depende do par, não de um apenas. e o presente, é apenas isso, um presente.... que deve ser agarrado com as duas mãos.
 
Acho que não se perdeu, qualquer dia escreves como titulo " Momentos que se ganham"
 
Quando comentei o "mail dele" esperava uma boa performance tua. Quer dizer, imaginei por momentos que o palco iria iluminar-se. Mas não, o intervalo ainda permanece!
O "mail dela" disse-me duas coisas: que o beijo dele foi sensual porque te provocou alguma insónia; que o teu beijo, grande e apetecível foi provocar-lhe um renovado apetite.
 
Parabéns pelo email enviado... sincero, no entanto lacónico q.b.!!!

...o bom senso obriga-me a dizer-te mais uma vez para seguires por outros caminhos( eu sei o que custa, mas mais vale agora antes que seja tarde demais para recuares!!!). *
 
Trinta,
Se não aconteceu no passado, é porque não tinha de ser.
É neste presente que vivemos. É só o que temos, de certo.
O mail dela, deixou margens para uma resposta.:)
Olha...
Não te magoes!
**
 
Bonita esta forma de escreveres os teus sentimentos e partilhares a tua mágoa com quem te lê. Espero que ele tb te tenha lido. Um beijo
 
bemmmmmm, esta história ainda vai dar que falar.
 
Resta o quê? Sonhar? Por vezes é a única saída, ou não...
um bj
 
de facto, sabes o k keres, imdependentemente do que te rodeia. desculpa a sinceridade. beijos
 
os mails são uma das maiores maravilhas dos tempos modernos e o que nos ajudam nestas coisas complicadas de dizer o que sentimos!
Coragem, ah!?
 
Enviar um comentário

[Top]