<$BlogRSDURL$>

Do mal o menos

quinta-feira, junho 02, 2005

Ask no questions get no lies

Li algures...

Comments:
não percebo inglês!
mas já agora porque perguntas?
 
Assim é quem não faz perguntas,ninguém lhe mente. Será?
Era bom, mas infelizmente, não há regra sem excepção, e neste caso a excepção trasforma-se quase em regra. Fica como uma frase idiomática de um povo. Mas, tb só há mentira quando descobrimos a verdade...
 
O melhor da vida muitas vezes é um sonho.

...E um sonho não será uma mentira em que queremos acreditar?
 
Parece-me que o autor estava com o astral um pouco baixol. Seria?... Deduzo que não está com muita confiança no ser humano, porque generaliza e é peremptório e quer dizer-nos que em cada resposta vem uma mentira. Nah!... Eu ainda acredito!
 
não podia ser uma frase mais pragmática, mas ao mesmo tempo, mais verdadeira!!!!
 
Eu pessoalmente prefiro uma má verdade a uma boa mentira, ou ao não saber. Até porque o que está no ar acaba por cair. Prefiro saber de pronto. Mas isto são gostos...
*A
 
Bom, a frase tem que se lhe diga... Porque, se por um lado concordo com ela a 100% e subscrevo-a totalmente, porque para evitar mentiras prefiro nem perguntar. É que, exceptuando os momentos em que estou "tapadinha de todo" acho que tenho uma espécie de sexto sentido para essas mentiras, por maiores ou pequenas que sejam. Por isso, por vezes, só para não as "apanhar", não pergunto.
Por outro lado, acabo sempre por preferir a verdade, por mais que ela doa.
 
pois eu acho que uma boa mentira tem sua hora e seu lugar e prefiro muitas vezes o que a gente aqui no Brasil diz com sabedoria...
...me engana, que eu gosto.
 
a mentira... pode ser revelada com um olhar... mas é sempre mais dificil...que por palavras.
 
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
 
bingo!
paopbocca
 
eheheheh
 
tem um dito popular que fala que a esposa inteligente não só suspeita secretamente como oculta a suspeita discretamente. risos
Meu lado feminista discorda, mas.... Em outras searas, é importante saber calar na hora certa e questionar incansavelmente em outras. Depende apenas se a verdade significará a vitória ou não... ou se há o que vencer.
beijos e girassóis,
Rah
ps: adorei os tantos girassóis no teu blog, vim aqui indicada por outra blogueira por justamente adorar esta flor.
 
Eu só faço as perguntas indispensáveis. Não minto, quando muito posso dizer a verdade adequada a certos momentos. Mas só a verdade.

Beijocas,
 
Exacto... porque ás vezes fazemos perguntas das quais sabemos á partida que não vamos gostar das respostas... o outro lado tem duas opções, ou nos dá a verdade pura e dura (da qual não gostamos) ou então camufla essa verdade com uma mentira aparentemente mais aceitável...
 
Grande verdade!!!
Mas seremos nós capazes disso???
 
Quem preferir não arriscar, realmente não faz perguntas.
Olha, eu faço muitas...

Prefiro que me digam a verdade, a mentiras "piedosas", que magoam muito mais, quando descobertas!
 
Crei bem que assim é...

Estou melhor.
Beijos fofos, BShell
 
Do etéreo.. para ti, com um beijo de bom fds!
Verdade, verdadinha!
 
The question is: do you really want to know? ;)
 
Será uma saída mais fácil? Ignorar...? Virar a face e fazer de conta que nada se passa?

"Não me estavas a ouvir...?" passa a ser um pensamento mudo. É mais fácil. Mas estende-se rapidamente a tudo o resto como um vírus...
 
Enviar um comentário

[Top]