<$BlogRSDURL$>

Do mal o menos

sexta-feira, agosto 26, 2005

Perdição 




Trocar-te as voltas

Pôr-te doido

Provocar-te

Ludibriar-te

Eriçar-te

Enrolar-te nos porquês e nos talvez

Atar-te nestes jogos de sedução

Ver-te à toa

Saber que te tenho a um qualquer sinal meu

Adoro como me adoras

Tens-me sem saberes.

Comments:
Há tipos com sorte :-)
Beijinho
 
"tens-me sem saberes" ou saberes que me tens? Nestes jogos a presa passa tantas vezes a caçador e vice-versa..

Bom fim de semana, CherryPie!
 
E voltei agora por caminhos directos que passam só por um atalho!
E que bem descrita está a relação do sol com a flor que gira "Saber que te tenho a um qualquer sinal meu/Adoro como me adoras/Tens-me sem saberes." ;)
Beijinhos e bom fds
 
Pois...nem faço mais comentários.
Inté.
 
Não será essa a melhor e mais genuina forma de amar?
Beijinhos, Trinta
 
Yupiiiii!
Mind-games!!!
I love it.
Muito bem trinta.
Bjx
 
Pois... É naturalmete verdade! Mas a ideia está lá, é quanto basta...

Beijos bom fim de semana
 
Adorei o poema...e digo-te que estava no msn com uma pessoa a quem o mostrei e achou espectacular. Parabéns.....uma beijoka
 
Pois é... a sensibilidade das mulheres é mesmo assim...
adoramos desta maneira...

Adorei, eu também, o poema... diz tudo...

Um abraço e um sorriso ;)
 
A paixão é assim... intensa como descreveste...
Bom resto de fim-de-semana para ti.
Beijo
 
Que bem descreves o que de melhor nos reserva a vida: encantar e ser encantado.

Belíssimo! Tudo.

Quando eu for livre, quero ser assim amante do Sol.

:)*
 
Lindo!!!
É tão bom...
 
Enviar um comentário

[Top]